Como explicar o tempo que esteve sem trabalhar


Em entrevista de emprego podem perguntar o que você fez durante os períodos sem trabalhar que surgem no currículo. Para explicar o tempo sem trabalhar deve ter alguns cuidados.

Melhorar conhecimentos e competências

Não conseguir emprego durante um determinado período não será culpa sua, mas não fazer nada durante esse tempo de inatividade sim. Pode explicar que além de procurar emprego aproveitou para melhorar as suas competências ou as suas falhas (a sempre difícil pergunta dos seus principais defeitos pode ser encaixada aqui). Deve exemplificar de que forma tentou melhorar o seu nível de conhecimento e o seu perfil profissional ou pessoal.

Pausas proativas

Explicar as pausas nas datas da experiência profissional apresentadas no currículo não constituirá nenhum problema se foi proativo nesses períodos temporais. Algumas das ações em tempo de pausa que o recrutador pode valorizar num candidato são:

  • palestras
  • cursos profissionais
  • cursos de línguas
  • trabalho voluntaro
  • projetos comunitários
  • apoio familiar
  • trabalho part-time
  • trabalho freelancer
  • passatempos (hobbies) construtivos

Todas as ações relevantes que realizou neste período podem ser retiradas da parte das informações adicionais para a parte da experiência profissional no currículo, ou então devem ser destacadas pelo candidato na entrevista de emprego.

Se concluiu recentemente algum curso que complementou a sua formação/educação, então deve destacar esta parte no currículo, para mostrar ao recrutador o que fez nos últimos tempos.

Fique com dicas de currículo para quem trabalhou pouco tempo na mesma empresa.

Por outro lado, também o tempo de trabalho no currículo pode ter de ser explicado ao recrutador.

Saiba como responder a mais perguntas difíceis na entrevista de emprego.