Confira a importância do estágio supervisionado para a sua carreira


Elisângela Dias
Elisângela Dias
Gestora de Recursos Humanos

O estágio supervisionado é extremamente importante para o estudante de qualquer área. Ele deve ser encarado com elevado comprometimento e interesse. Esta é a forma pela qual o estudante pode se preparar adequadamente para lidar com os desafios da carreira.

Através do estágio supervisionado, os estudantes ganham a oportunidade de fazer uma relação entre a teoria e a prática. Desta forma, eles conhecem a realidade da profissão pela qual optaram.

Não restam dúvidas de que qualquer aprendizado se torna muito mais eficiente quando é realizado através da prática. Assim, a assimilação dos conhecimentos e o entendimento de conceitos ganha um novo significado.

O que é o estágio supervisionado?

O estágio supervisionado é um prática educativa, realizada em um ambiente de trabalho com o objetivo de preparar o estudante para a vida profissional. As atividades desenvolvidas devem ser compatíveis com o currículo do curso.

Existem várias modalidades de estágio supervisionado. Há o estágio curricular obrigatório para algumas profissões, que é uma atividade assegurada pelo programa do curso. Neste caso, esta prática pode ser realizada organizações públicas ou privadas.

Já o estágio curricular não obrigatório está relacionado com atividades complementares do curso, mas importantes para o aperfeiçoamento profissional do aluno. Geralmente, as universidades contam com convênios com algumas organizações onde estas atividades podem ser exercidas.

Nesse contexto, pode-se destacar que a prática da monitoria surge como um instrumento que também facilita o desenvolvimento do aluno.

Além de aumentar a interação do aluno-monitor com os outros alunos, a prática pode ser equiparada ao estágio supervisionado, desde que esta possibilidade esteja prevista no projeto pedagógico do curso.

Como funciona o estágio supervisionado?

Para ser estagiário, o aluno deve estar matriculado de forma regular em um curso superior, profissional, ensino médio, educação especial ou ensino fundamental na modalidade profissional. Além disso, deve possuir frequência comprovada.

A jornada é definida de acordo com o Termo de Compromisso que é firmado entre a instituição de ensino, a organização que oferece a vaga de estágio e o aluno (ou seu representante legal). Esta jornada deve ser compatível com o horário de aulas. Em períodos de provas, a jornada pode ser reduzida.

Entre os deveres que um estagiário deve cumprir, destacam-se:

  • Comparecer no estágio nos dias combinados
  • Assinar a folha de presença e ser pontual
  • Ter uma atitude educada
  • Manter sigilo sobre os documentos e assuntos da organização
  • Usar um dress code (forma de vestir) mais adequado para o ambiente
  • Procurar manter um bom rendimento nos estudos

Quais são os objetivos do estágio supervisionado?

O objetivo principal de um estágio supervisionado é o aprendizado do estudante de habilidades necessárias para a sua atividade profissional futura.

Desta maneira, o estágio supervisionado pode ser encarado como uma ferramenta de desenvolvimento da cidadania. Além disso, os estudantes podem ser absorvidos pela organização que oferece a vaga de estágio, sendo admitidos no final.

Quais são as regras para um estágio supervisionado?

As partes obrigatórias para se estabelecer uma relação de estágio são:

  • Estudante
  • Instituição de ensino
  • A organização que concede a vaga para o estágio

Entre os tipos de cursos que admitem estágio, destacam-se:

  • Curso superior
  • Curso de ensino médio
  • Curso de educação profissional
  • Ensino fundamental na modalidade profissional
  • Curso de educação especial

Para conceder um estágio, são necessários preencher estes requisitos:

  • Matrícula e frequência regular do aluno no curso
  • Formalizar o Termo de Compromisso entre a instituição de ensino, o aluno e a organização que concede o estágio
  • Avaliação da compatibilidade entre as atividades previstas no termo de compromisso com as atividades oferecidas pelo estágio

Entre as obrigações da instituição de ensino em relação ao aluno, destacam-se:

  • Formalizar o Termo de Compromisso com o estudante e com a organização que oferece a vaga de estágio, indicando as condições de adequação do estágio à proposta pedagógica do curso
  • Avaliar as condições das instalações da organização que oferece a vaga de estágio e se elas são adequadas à formação cultural e profissional do aluno
  • Sugerir um professor orientador como responsável por acompanhar e avaliar as atividades do estágio
  • Exigir do aluno um relatório periódico das atividades, no prazo máximo de 6 meses, contendo o visto do orientador e do supervisor da organização que ofereceu a vaga de estágio
  • Cuidar do cumprimento do Termo de Compromisso, mudando o aluno de local, se as normas não forem cumpridas
  • Manter a elaboração de normas complementares e formas de avaliação
  • Informar a organização que oferece a vaga de estágio as datas das avaliações no início do ano letivo

As obrigações da organização que concede a vaga de estágio são:

  • Firmar o Termo de Compromisso com a instituição de ensino e o aluno, cuidando do seu cumprimento
  • Oferecer instalações com condições adequadas para o aluno desenvolver as atividades
  • Indicar um funcionário, formado na mesma área de conhecimento do estagiário, para supervisionar no máximo 10 estagiários ao mesmo tempo
  • Contratar seguro contra acidentes pessoais para o estagiário, com valores compatíveis ao mercado, conforme estabelecido no Termo de Compromisso
  • Após o término do estágio, entregar um termo de realização de estágio, onde deve constar um resumo das atividades desenvolvidas, períodos e avaliação de desempenho
  • Manter os documentos que comprovem a relação de estágio à disposição da fiscalização
  • Enviar para a instituição de ensino, no mínimo a cada 6 meses, um relatório de atividades desenvolvidas

Veja também!
20 profissões em alta para o ano de 2019
Objetivo profissional: exemplos para colocar no currículo

Elisângela Dias
Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.