5 Coisas que deveria negociar além do salário


Elisângela Dias
Elisângela Dias
Gestora de Recursos Humanos

Ao negociar uma proposta de trabalho ou uma promoção, a atenção recai sempre no salário que irá receber. Porém, este não é o único fator que deve prestar atenção antes de entrar de corpo e alma num novo emprego ou numa nova função na empresa.

1. O horário de trabalho

A primeira coisa que pode negociar além do salário é o horário de trabalho. Trabalhar em horas rígidas pode não trazer vantagens especiais para o empregador. Ter um horário flexível não traz também custos à empresa, por isso pode pedir para trabalhar num horário que se enquadre melhor na sua vida pessoal ou familiar.

2. As férias

A legislação das férias diz no artigo 130 que o trabalhador tem direito a 30 dias corridos de férias por ano (se não tiver faltado ao serviço mais de 5 vezes). A concessão das férias ocorre de acordo com o interesse do empregador. Apesar disso, o trabalhador pode negociar com o empregador os melhores dias para ter o seu merecido descanso.

Férias

3. As tarefas e projetos

Estagnar no trabalho é prejudicial para o trabalhador e para a empresa. Peça novas tarefas para fazer ou novos projetos onde se inserir e desenvolver as suas capacidades. Isto poderá resultar um dia num novo cargo na empresa, se provar que é capaz.

4. Treinamento

O trabalhador pode estar atento a algum curso específico que seja relevante para o seu cargo e propor a sua participação ao seu empregador.

5. Os benefícios

O empregador pode até nem conseguir oferecer um aumento de salário mas este pode muito bem conceder alguns benefícios especiais aos seus trabalhadores. Desde seguros a mensalidades na academia de ginástica, a empresa pode conceder benefícios especiais aos seus funcionários.

Veja como negociar uma oferta de trabalho.

Elisângela Dias
Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.