O melhor modelo de currículo para conseguir emprego em 2019!


Elisângela Dias
Elisângela Dias
Gestora de Recursos Humanos

Com a competição cada vez mais acirrada e vagas limitadas, criar um currículo que cause uma ótima impressão pode ser complicado.

Por isso, confira os detalhes necessários para criar o melhor currículo de todos os tempos e que pode ser adaptado para diferentes áreas de atuação.

Para causar um impacto positivo, são necessários poucos segundos. Portanto, é imprescindível que você saiba preparar o seu currículo para o mercado de trabalho. Faça o download do modelo abaixo e continue a leitura para deixar seu currículo incrível!

Baixe aqui o modelo do melhor currículo para 2019.

Estrutura do currículo

Independente da sua área de atuação, um currículo deve conter algumas áreas. São as partes obrigatórias que todo recrutador espera encontrar.

Dados pessoais

O que deve constar nesta área é o seu nome completo, data de nascimento ou idade, estado civil, endereço completo, telefone, e-mail e o endereço do seu LinkedIn.

A foto e as informações com números de documentos como identidade, CPF e título de eleitor só devem ser fornecidas caso tenham sido solicitadas.

Objetivo

Na sua forma mais simples, o objetivo no currículo pode conter apenas a descrição do cargo almejado. Mas o ideal é que você escreva uma frase curta, que indique claramente o que você procura em um trabalho.

Se estiver enviando vários currículos para empresas diferentes, tome o cuidado de personalizar o objetivo para cada uma delas.

Resumo profissional

Como o próprio nome diz, aqui você deve resumir a sua experiência, procurando destacar suas qualidades. Ao criar seu resumo profissional, procure se perguntar: se esta fosse a única parte lida do seu currículo, prenderia a atenção do recrutador?

Mantenha seu resumo profissional alinhado com o seu objetivo. Aproveite esta área para utilizar palavras-chave do seu segmento de atuação.

Experiência profissional

Procure listar na experiência profissional as empresas onde você trabalhou, indicando os campos: nome da empresa, cargo ocupado, período trabalhado (mês e ano de início e término) e atividades exercidas..

Você pode organizar estas informações em formato de tabela, deixando um espaço maior para a descrição das atividades exercidas. Ordene a lista de forma decrescente, ou seja, da empresa mais recente para a mais antiga.

Formação acadêmica

Coloque nesta área as instituições onde você obteve sua formação acadêmica. Inclua os campos: nome do curso, nome da instituição e ano de conclusão. Se ainda estiver cursando, indique o período em que se encontra.

Só inclua informações relevantes nesta área. Se já possui curso superior, não é necessário indicar a instituição de ensino médio.

Idiomas

Use esta área para listar os idiomas que conhece. Indique o nível de conhecimento: básico, intermediário, avançado ou fluente. Você ainda pode classificar se o seu conhecimento é melhor para leitura, escrita ou conversação.

Atividades extracurriculares

Coloque aqui toda e qualquer atividade extracurricular que você julgue relevante para o cargo em questão.

Você pode incluir seus trabalhos voluntários, viagens internacionais para fins de estudo ou trabalho ou cursos de outras áreas. Desde que agreguem valor ao seu objetivo profissional.

Formatação do currículo

Agora que você já sabe o que deve constar na estrutura do currículo, vamos tratar da formatação.

Cores

Procure usar cores neutras. O tradicional contraste entre o fundo branco com a fonte preta ainda é o sugerido por conta da legibilidade.

Tamanho do currículo

Mantenha o tamanho do seu currículo com, no máximo, duas páginas. Procure se colocar no lugar do recrutador. Esta pessoa lida com um número elevado de currículos. Procure facilitar a vida dele.

Fontes

As seguintes fontes que garantem boa legibilidade e são mais adequadas para usar no seu currículo:

  • Calibri
  • Times New Roman
  • Arial
  • Verdana
  • Cambria

Tamanho da fonte

Mantenha o tamanho da fonte entre 10 e 12. Esta faixa de tamanho é ideal para a legibilidade e mantém o tamanho do currículo pequeno.

Formato do arquivo

Na hora de escolher o formato de arquivo para enviar seu currículo, escolha o formato PDF, que é somente para leitura. Evite enviar o seu currículo no formato do Word (.doc) ou similar.

7 dicas para elevar o nível do seu CV

Para finalizar, deixamos aqui estão 7 dicas extraordinárias que vão melhorar as possibilidades do seu CV ser escolhido. Confira:

1. Remova o seu endereço

Se estiver se candidatando a uma vaga distante da localidade onde você reside, remova o endereço do seu currículo para reduzir as chances de ser descartado.

2. Valorize a formação acadêmica

Para quem é recém-formado e não tem muita experiência, coloque a parte de formação acadêmica antes da experiência profissional.

3. Enfatize as atividades extracurriculares

Se o currículo for para uma vaga de estágio, você pode remover a parte da experiência profissional. Procure enfatizar a área de atividades extracurriculares.

4. Limite o tempo de experiência

Se você é um profissional maduro, com muito tempo de experiência, procure limitar o currículo com os últimos 15 anos de informação. Inclua apenas aquilo que for relevante para o cargo em questão.

5. Demonstre os resultados alcançados na sua carreira

Revise seu currículo para avaliar se existem indicadores concretos de resultados alcançados. Inclua métricas em percentuais que demonstrem o resultado de seu trabalho de forma concreta.

6. Atualize o seu LinkedIN

Terminou de atualizar seu currículo? Mantenha o seu perfil do LinkedIn atualizado de acordo. Procure também criar uma URL personalizada para o seu perfil público do LinkedIn. Se possível, use seu nome e sobrenome ou algo parecido que facilite que você seja encontrado.

7. Evite lacunas na formação acadêmica

Para quem se formou há mais de cinco anos, e de lá para cá ainda não pode continuar sua formação acadêmica, remova a data de conclusão do seu curso. Alguns recrutadores podem encarar de forma negativa uma longa lacuna na formação do profissional.

Veja também:

Elisângela Dias
Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.