Modelos de currículo: 8 exemplos prontos


Elisângela Dias
Elisângela Dias
Gestora de Recursos Humanos

Um currículo bem feito, estruturado da forma correta, pode ser decisivo no momento da seleção do candidato. Saber enfatizar os seus pontos fortes e adequar o detalhamento da sua experiência para as características exigidas pelo cargo, podem fazer a diferença na hora de despertar o interesse do recrutador.

Modelos de currículo para baixar

Modelo 1

Para quem procura o primeiro emprego

Modelo 2

Para quem possui sólida experiência e boa formação acadêmica

Modelo 3

Para quem quer dar mais ênfase a sua experiência profissional

Modelo 4

Para quem quer dar destaque a sua formação acadêmica

Modelo 5

Para quem tem muita experiência profissional

Modelo 6

Para quem mudou muito de emprego

Modelo 7

Para quem quer dar ênfase a uma longa formação acadêmica, idiomas e tem pouca experiência profissional

Modelo 8

Para quem tem ensino fundamental

Sugestão de estrutura do currículo

As áreas indicadas a seguir são as mais comuns para a elaboração de um currículo. Dependendo da finalidade pode-se substituir o Resumo Profissional pelo Perfil Profissional, este último mais adequado para candidaturas espontâneas.

Saiba mais no artigo Perfil Profissional: aprenda como fazer o seu com exemplos criativos

1. Dados pessoais

Deve conter apenas os seguintes dados:

Nome completo

Data de nascimento ou Idade

Endereço

Endereço do Linkedin

2. Objetivo

Colocar aqui o seu objetivo profissional de forma sucinta, evite colocar o cargo pretendido.

3. Resumo Profissional

Saiba mais no artigo Resumo Profissional: aprenda a criar o seu

Faça um breve resumo sobre a sua experiência ressaltando as suas qualidades, habilidades e aptidões. Lembre-se de incluir seu tempo de experiência, as áreas em que trabalhou, sua formação principal. Se for importante, inclua aqui softwares e idiomas que domina e certificações relevantes realizadas.

4. Experiência Profissional

Inclua todas as empresas pelas quais trabalhou da mais recente para a mais antiga. Colocando o período que trabalhou na empresa cargo ocupado e atividades desempenhadas.

5. Formação Acadêmica ou Formação Escolar

Inclua aqui sua formação acadêmica (Graduação, Pós graduação, MBA, Mestrado, Doutorado). Se a sua formação for técnica ou se tem apenas o Ensino Médio, utilize esse espaço para detalhar esta informação. Preencha com o nome da Instituição onde estudou, nome do curso que fez, ano de conclusão ou se ainda estiver estudando, coloque que está cursando.

Se você possui ou está cursando uma graduação, não mencione informações sobre o Ensino Médio.

6. Idiomas

Citar os idiomas que tem conhecimento, o nome do curso/instituição que estuda ou estudou. Descrever o grau de conhecimento se intermediário, avançado ou fluente. Não há necessidade de incluir este campo se o seu conhecimento do idioma for básico.

7. Atividades Extracurriculares

Este campo deve ser preenchido com cursos complementares, participação em congressos e seminários na sua área de atuação, trabalhos voluntários, se pratica algum esporte, viagens internacionais que tenham proporcionado alguma vivência profissional.

Outras dicas importantes na elaboração do seu currículo

Procure manter o limite de duas páginas. Currículos extensos não são lidos pelos recrutadores.

Não inclua foto a menos que seja pedido na vaga.

É importante lembrar que para cada vaga o currículo deve ser adaptado para a oportunidade que se busca.

Além da sua função de ser um documento que espelha o candidato, lembre-se que ele servirá de roteiro para o recrutador utilizar durante uma entrevista. Portanto, é muito importante que você estude e conheça profundamente o seu conteúdo. Assim você evita constrangimentos desnecessários diante do recrutador.

Quando você estiver redigindo o seu currículo, procure se colocar no lugar do recrutador. Muitas vezes este profissional pode receber uma quantidade enorme de currículos para uma vaga. Dependendo do tamanho da empresa este número pode chegar a centenas e as vezes até milhares. Sendo assim, procure ser sucinto, mas com objetividade.

Procure contar com a ajuda de um editor de textos que possua corretor ortográfico. Desta forma, você evitará erros que podem prejudicar a sua oportunidade.

Não tente inovar no modelo do currículo, utilize fundo branco, fontes clássicas, tamanho legível e espaçamento entre as frases.

Lembre-se que é através do currículo que o recrutador tem a primeira impressão ao seu respeito.

Dicas na elaboração do currículo para quem procura por um estágio

Para quem está procurando por um estágio, a estrutura do currículo deve ser diferente. Neste caso, os tópicos sugeridos são:

  • Dados Pessoais
  • Objetivo (opcional)
  • Formação Acadêmica
  • Qualificações e Habilidades
  • Idiomas
  • Atividades Relevantes

Abordamos agora, os dois itens específicos do currículo para estágio.

Qualificações e Habilidades

Esta parte deve servir como um resumo das suas habilidades e competências que o qualificam para o estágio. Aproveite para mencionar aspectos da sua personalidade que possam contribuir para conquistar a vaga.

Indique o seu nível de conhecimento nos principais softwares que podem ser exigidos pelo estágio.

As competências culturais que demonstram a capacidade de interagir com pessoas de culturas diferentes também podem ser incluídas.

Aproveite esta área para usar palavras-chave e frases que podem servir de parâmetro de busca pelos entrevistadores. Por exemplo:

  • RH (Recursos Humanos)
  • T&D (Treinamento e Desenvolvimento)
  • SQL (Structured Query Language)
  • CMS (Content Management System)

Atividades Relevantes

Qualquer apresentação realizada, publicação, afiliação profissional ou prêmios recebidos devem ser incluídos nesta parte. Se você ocupa ou ocupou uma posição de liderança dentro do ambiente acadêmico (como monitor de laboratório, por exemplo) deve ser mencionada aqui. Nesta parte também podem ser citados os trabalhos voluntários que tenham alguma relação com o estágio pretendido.

Elisângela Dias
Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.