Qualidades e defeitos na entrevista de emprego


Elisângela Dias
Elisângela Dias
Gestora de Recursos Humanos

Todas as pessoas possuem qualidades e defeitos na vida e que impactam as relações profissionais. No momento da entrevista são os pontos-chaves que um recrutador procura, buscando entender como será o comportamento na rotina de trabalho.

Em uma entrevista de emprego o que se busca são os defeitos e qualidades pessoais que os próprios concorrentes acham que podem ser fundamentais para as atividades, portanto, o primeiro passo é pensar antecipadamente quais se enquadram melhor para a empresa.

Por exemplo, se um profissional possui como maior qualidade a comunicação e, um pouco menos, o espírito de liderança, deve avaliar se na vaga pretendida a liderança pode se sobressair. Neste caso é recomendável dar ênfase à qualidade mais vantajosa em ser um possível líder.

Por outro lado existem qualidades pessoais que não possuem relevo ao âmbito profissional, como exemplo a honestidade e a sinceridade. São atributos adequados mas que não realçam como um diferencial.

Em relação aos defeitos, as empresas não querem integrar em suas equipes aqueles que não saibam trabalhar em equipe. É algo fundamental que recrutadores buscam perceber desde a entrevista, principalmente aquelas feitas em grupos.

Caso exista algum defeito pessoal que possa afetar a atividade é importante aparecer com clareza ao entrevistador a capacidade de reconhecimento e da busca em melhorar estes defeitos. Assim, é possível que não seja prejudicado na entrevista.

Qualidades para a entrevista

Algumas das qualidades que os recrutadores mais procuram são:

  • Organizado
  • Flexível
  • Criativo
  • Experiente
  • Pontual
  • Proativo
  • Observador

Defeitos para a entrevista

Alguns defeitos que podem não atrapalhar no momento de ser entrevistado se acompanhados de uma boa justificativa. como exemplos:

  • Timidez, mas tem buscado melhora;
  • Gastar tempo em uma tarefa, mas cumpri-la da melhor maneira;
  • Dificuldade em alguma atividade, e que realizou cursos para melhoria;
  • Hiperativo, porém não se deixa perder o foco por conta disso.

Perguntar quais são as qualidades e defeitos é cada vez mais comum entre as entrevistas, por isso, é importante preparar antecipadamente as melhores respostas para esse momento. 

As respostas para essas perguntas estão sempre ligadas ao que o profissional pensa como vantagem, no âmbito comportamental, para as atividades que deve realizar dentro da empresa. 

Para essa auto-avaliação é importante destacar as experiências passadas, sejam elas profissionais, ou mesmo enquanto estudante, para aqueles que procuram o primeiro emprego.

Defeitos que não se devem falar na entrevista

Da mesma maneira que não se usam qualidades que são comuns, como sinceridade ou honestidade, também não será benéfico utilizar defeitos que possam demonstrar possíveis atitudes ruins como trabalhador.

Dizer, por exemplo, que é pessimista, irresponsável, muito indeciso ou incompetente só demonstram aos recrutadores um prejuízo à empresa. E, claro, são defeitos que não devem aparecer mesmo após ser contratado.

As qualidades e os defeitos são comuns a todos os profissionais, de quaisquer áreas, mas os bons profissionais sabem reconhecer aquilo que precisa ser melhorado, e mais ainda, como sempre se especializar.

Elisângela Dias
Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.