6 super dicas para preencher as informações adicionais no currículo


Elisângela Dias
Elisângela Dias
Gestora de Recursos Humanos

As informações adicionais do seu currículo podem se tornar relevantes e chamar a atenção do recrutador dependendo do critério que você utilize para colocar as informações adicionais. Os riscos de causar uma impressão negativa são grandes, portanto é necessário ter bastante cuidado se quiser marcar pontos com o selecionador.

O campo com informações adicionais deve sempre ser colocado no final do currículo por trazer informações complementares que não se encaixam em outras áreas do currículo.

1. Agregue valor

Antes de mais nada avalie se a informação agrega valor a vaga a qual você está se candidatando. Note alguns dos significados que acompanham a palavra “adicional” - complementar, acréscimo e adição. Quando estiver em dúvida se deve ou não incluir a informação, pergunte-se: qual o valor que isto adiciona ao meu currículo para a vaga em questão?

2. Valorize a sua vivência no exterior

Se você morou no exterior mesmo que por um período curto de tempo, isso demonstra que desenvolveu alguma capacidade de adaptação por ter convivido com pessoas de nacionalidades e culturas diferentes da sua.Também pode significar que você é uma pessoa independente que sabe se virar em cenários adversos.

3. Inclua sua Carteira de Habilitação

Vale a pena mencionar se tem Carteira de Habilitação (CNH) se a mobilidade for relevante para a vaga pretendida. Se este for o caso, acrescente também se você possui carro.

4. Acrescente a sua disponibilidade para mudanças

Indique no seu currículo a sua disponibilidade para viagens e/ou mudanças. Isto pode ser relevante para empresas com diversas filiais pelo país (ou no exterior).

5. Exponha suas capacidades comunicativas (Falar em público)

Tem experiência para falar em público? Já realizou palestras ou workshops sobre algum tema? A vaga pretendida demanda uma capacidade de comunicação acima da média? Pode ser importante mencionar sua experiência nesta área.

6. Indique os trabalhos voluntários realizados

A sua experiência com o trabalho voluntário fez desenvolver alguma competência que pode ser relevante para a vaga pretendida? Procure adequar o resumo desta experiência para tornar explícito este ponto.

7. Associações

Você pode listar as associações com as quais está afiliado. Indique apenas aquelas que tenham relevância para o cargo em questão. Se você está se candidatando para uma vaga de Assistente de Marketing vale a pena mencionar que faz parte da ABPM – Associação Brasileira dos Profissionais de Marketing, por exemplo.

8. Prêmios e reconhecimentos

Se você foi agraciado com alguma espécie de prêmio ou reconhecimento por alguma realização dentro do escopo dos requisitos do cargo pode listá-los também. No caso de uma candidatura para uma vaga de secretária, ter um texto publicado pode ser relevante, uma vez que o cargo exige que a pessoa tenha boas habilidades de escrita.

9. Habilidades com Informática

Para vagas que não são relacionadas com tecnologia, é comum usar o campo de informações adicionais para indicar quais os principais softwares que o candidato domina. Lembre-se de incluir as respectivas versões e tempo de utilização. Evite colocar softwares obsoletos que não vão agregar valor ao currículo (por exemplo: MSDOS e Lotus 123).

10. Posições de liderança

Se você ocupou alguma posição de liderança fora da sua área de atuação pode também mencionar como informação adicional. Faça isso apenas se a vaga pedir este tipo de competência e se existirem lacunas na sua trajetória profissional nesta competência.

Ainda não sabe qual a sua profissão ideal? Faça o nosso Teste Vocacional

Elisângela Dias
Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.