As 20 melhores faculdades de medicina públicas e privadas do país


Elisângela Dias
Elisângela Dias
Gestora de Recursos Humanos

Com uma das maiores relações de candidato por vaga do país, o processo seletivo para o curso de medicina continua a ser um dos mais disputados. Seja para o ingresso nas instituições particulares ou para as públicas através do ENEM, o nível de empenho do estudante deve ser muito alto.

A duração média do curso de Medicina é de seis anos, geralmente em tempo integral. A carga horária mínima estipulada pelo MEC é de 7200 horas para este curso. Após a conclusão do curso regular o aluno pode optar por uma especialização pode durar dois anos. Sendo assim, a duração total da formação pode chegar a oito anos.

O curso regular é estruturado em três etapas. Durante os dois primeiros anos, o aluno ganha conhecimentos gerais necessários para exercer a profissão. No terceiro e quarto ano, são estudadas as doenças, seus efeitos e principais formas de tratamento. Esta fase já possui um caráter mais prático, com atuação nos hospitais-escola. No quinto e sexto ano, o aluno atua em hospitais com a supervisão de outros médicos formados.

Ao decidir pela carreira de médico, você irá contribuir com a melhoria da saúde da população brasileira. Para contribuir com este ideal nobre, preparamos este artigo para ajudar na escolha da melhor faculdade. Entre as inúmeras opções existentes no mercado, é necessário utilizar algum critério para a tomada de decisão.

Desde 2012, a Folha de São Paulo realiza o Ranking Universitário Folha (RUF), que é uma avaliação anual do ensino superior no Brasil. O ranking conta com 196 universidades públicas e privadas.

Destacamos a seguir as 20 melhores faculdades, segundo o RUF.

Instituições Públicas
Posição
Geral
Instituição
Estado
1Universidade de São Paulo (USP)SP
2Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)SP
3Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)MG
4Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)RS
5Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)RJ
6Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)SP
7Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)SP
8Universidade Federal do Paraná (UFPR)PR
9Universidade de Brasília (UNB)DF
10Universidade Federal do Ceará (UFC)CE
12Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)SC
13Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)PE
15Universidade Estadual de Londrina (UEL)PR
16Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)RS
17Universidade Federal Fluminense (UFF)RJ
18Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)RN
20Universidade Estadual de Maringá (UEM)PR
21Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)SP
22Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP)SP
23Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)RS
Instituições Privadas
Posição
Geral
Instituição
Estado
11Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)RS
14Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa São Paulo (FCMSCSP)SP
19Universidade de Fortaleza (UNIFOR)CE
26Universidade José do Rosário Vellano (UNIFENAS)MG
33Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP)BA
35Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP)SP
37Centro Universitário do Estado do Pará (CESUPA)PA
39Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM)ES
41Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)PR
42Universidade de Marília (UNIMAR)SP
43Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE)SP
44Centro Universitário Christus (UNICHRISTUS)CE
52Faculdade Integral Diferencial (FACID)PI
53Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC GOIÁS)GO
54Universidade Nove de Julho (UNINOVE)SP
57Universidade Estácio de Sá (UNESA)RJ
60Faculdade de Medicina do Abc (FMABC)SP
64Faculdade AtenasMG
65Centro Universitário de Anápolis (UNIEVANGÉLICA)GO
68Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC MINAS)MG

O ingresso para o curso da USP ocorre através de vestibular que é organizado pela FUVEST (Fundação Universitária para o Vestibular). As provas são aplicadas em diversas escolas na região metropolitana de São Paulo e no interior do estado. A partir do ano de 2019, a USP oferecerá três opções para o curso de Medicina, contando com vagas para Ribeirão Preto, São Paulo e Bauru.

Entre algumas recomendações da FUVEST, é indicado que o candidato visite o local de realização da prova antes da data. Para aqueles que precisam viajar para prestar o vestibular é aconselhado chegar com antecedência. Não é permitido o uso de equipamentos eletrônicos, relógios, calculadoras, telefones, tablets, computadores, máquinas fotográficas e filmadoras.

Já o ingresso para a PUCRS ocorre através de três modalidades. A primeira modalidade é através da prova de redação do concurso vestibular realizado pela PUCRS. A segunda, ocorre através do aproveitamento obtido no ENEM. A terceira modalidade compara o resultado da prova da PUCRS com o do ENEM, prevalecendo o melhor resultado.

A PUCRS reserva 50% das vagas para a primeira modalidade e 50% para a segunda. Quem optar pela terceira modalidade concorre na modalidade em que obtiver melhor colocação.

Falando um pouco sobre o salário de um médico, podemos afirmar que ele varia em função da especialidade e do tempo de experiência. A Federação Nacional dos Médicos (FENAM) sugere um piso salarial de R$ 14.134,58 para a duração de 20 horas semanais e um valor de consulta de R$ 173,50.

Veja também: Quanto ganha um médico? Confira os principais salários das especializações

Elisângela Dias
Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.