A importância da qualidade de vida no trabalho e como alcançá-la


Elisângela Dias
Elisângela Dias
Gestora de Recursos Humanos

A importância da qualidade de vida no trabalho surge a partir do princípio de quanto maior for a satisfação do trabalhador, maior tende a ser sua produtividade.

Segundo o consultor de carreiras Max Gehringer, a expressão “qualidade de vida”, aplicada à vida humana, é muito recente.

De acordo com suas observações, a preocupação com a qualidade de vida é consequência do excesso de trabalho do mundo moderno. Em grande parte pela redução do quadro de funcionários, por causa dos últimos anos da crise econômica.

Origem da qualidade de vida no trabalho

Com o surgimento da industrialização, o excessivo foco na produtividade trouxe problemas no relacionamento entre empresa e empregados. Limitados a simples executores de tarefas com pouca liberdade, o aspecto humano foi deixado de lado.

A partir de estudos realizados desde a década de 1950, ficou claro que o trabalho permite forjar uma identidade para o trabalhador. Isto daria sentido à sua vida.

Porém, dependendo das circunstâncias, o trabalho pode se tornar uma atividade sem sentido e mecânica, apenas para garantir a sobrevivência do indivíduo.

Com o objetivo de minimizar essas contradições, as empresas desenvolveram um conjunto de estratégias para melhorar o clima organizacional.

Através dos programas de qualidade de vida no trabalho (QVT), as empresas buscam atrair e manter os melhores profissionais.

O que é a qualidade de vida no trabalho?

Falar em qualidade de vida no trabalho tem relação com o resgate de valores essenciais do ser humano. Muitas vezes, o avanço tecnológico acaba por oprimir esses valores, colocando a produtividade como meta principal.

Os programas de qualidade de vida no trabalho possuem como objetivo gerar uma empresa mais humana. Isso é realizado através de:

  • Utilização de feedback constante sobre desempenho
  • Adequação de tarefas
  • Justa atribuição de responsabilidades
  • Aumento da autonomia de acordo com o cargo

Além disso, os programas de qualidade de vida no trabalho criam as condições necessárias para que os funcionários alinhem seus objetivos com os da empresa. Através da definição de tarefas que possuam significado para ambos.

Por que a qualidade de vida no trabalho é importante?

qualidade de vida no trabalho

Em média, os trabalhadores passam cerca de 8 horas diárias dentro das organizações, cinco dias por semana. Por causa disso, a qualidade de vida fora e dentro do trabalho acabam por se confundir.

Do ponto de vista da empresa, o investimento em programas de qualidade de vida no trabalho tem reflexo na competitividade da organização.

Profissionais satisfeitos trabalham mais motivados, como consequência são capazes de usar a criatividade para a inovação com maior facilidade.

Exemplos de qualidade de vida no trabalho

Entre as características principais de uma empresa com boa qualidade de vida no trabalho, podemos destacar:

Feedback periódico

Sempre receber críticas construtivas a respeito do desempenho é a maneira mais eficiente de alguém poder melhorar. A constante percepção do desenvolvimento do nosso trabalho é essencial para melhorar a qualidade de vida.

Política de benefícios

Uma sólida política de benefícios garante uma melhoria sensível na qualidade de vida do funcionário. Planos de assistência médica, odontológica, auxílio-creche são alguns dos exemplos de benefícios oferecidos pelas empresas.

Liberdade de decisão

Sentir que existe alguma liberdade de decisão em torno do seu trabalho pode ser um grande diferencial. Trabalhos mais rígidos, que não permitem o uso da criatividade, podem levar o indivíduo a situações de desgaste emocional com o passar do tempo.

Liderança

Avaliações justas, respeito e capacidade de motivação são algumas das características de líderes que promovem um bom ambiente de trabalho. Além disso, eles devem levar em conta a opinião dos subordinados e a equipe deve confiar nas informações transmitidas.

Bom ambiente e comunicação

Alguns dos itens que contribuem para a melhoria da qualidade de vida no trabalho:

  • Encontrar cooperação quando se precisa de ajuda dos outros colegas de trabalho
  • Receber informações claras a respeito das atribuições do seu cargo
  • Ser informado das mudanças que ocorrem na empresa

Salário adequado

Sem remuneração adequada, fica difícil ter qualidade de vida. A existência de premiações por desempenho e a justa distribuição de oportunidades de acordo com a competência garantem a melhoria da qualidade de vida no trabalho.

Dicas de livros sobre qualidade de vida no trabalho

Selecionamos alguns dos principais livros sobre qualidade de vida no trabalho:

  • Qualidade de vida no trabalho: conceitos e práticas nas empresas da sociedade pós-industrial, de Ana Cristina Limongi - França.
  • Qualidade de vida no trabalho: como medir para melhorar, Eda Conte Fernandes.
  • Qualidade de vida no trabalho: uma abordagem centrada no olhar dos trabalhadores, de Mário César Ferreira.
  • Stress e qualidade de vida no trabalho: perspectivas atuais da saúde ocupacional, de Ana Maria Rossi, Pamela L. Perrewe, Steven L. Sauter
  • Qualidade de vida no trabalho: abordagens e fundamentos, de Anderson de Souza Sant'Anna e Zélia Miranda Kilimnik.
  • Relações interpessoais e qualidade de vida no trabalho, de Edina de Paula Bom Sucesso.

O que fazer se a minha empresa não investe em qualidade de vida no trabalho?

Sabemos que, por conta da crise econômica que atinge o Brasil, muitas empresas podem não estar preocupadas com a melhoria da qualidade de vida no trabalho.

Se for o seu caso, não desanime. Faça um esforço para manter uma atitude positiva e invista no relacionamento com seus colegas. Assim, estará fazendo a sua parte. Agora, se o ambiente de trabalho estiver ruim, talvez seja hora de buscar um novo emprego. Saiba que a palavra crise, em chinês, também significa oportunidade.

Veja também:

Elisângela Dias
Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.