Networking: conheça 7 motivos para começar a praticar já!


Elisângela Dias
Elisângela Dias
Gestora de Recursos Humanos

O networking é a habilidade de cultivar uma rede de contatos para fins profissionais. É uma prática de marketing pessoal que requer algum tempo para ser desenvolvida. Portanto, podemos dizer que é um hábito que deve ser adquirido.

A importância do networking na sua carreira

Muitas são as dúvidas a respeito da importância do networking para o desenvolvimento da carreira do profissional. Neste artigo vamos explorar alguns motivos para você iniciar a sua prática imediatamente.

1. A prática de networking amplia o seu autoconhecimento

É verdade que a prática de networking pode exigir muito do nosso tempo. Mas também é verdade que sempre aprendemos mais ao nosso respeito, ao tentar ampliar a nossa rede de contatos.

Mesmo quando a abordagem tenha sido mal sucedida, podemos avaliar onde erramos e procurar corrigir a nossa atitude. Desta maneira, nos tornamos aos poucos a melhor versão de nós mesmos nos relacionamentos interpessoais.

2. Networking fornece segurança e lealdade

A necessidade de fazer a gestão da sua própria carreira, é uma consequência dos tempos modernos. É cada vez mais raro encontrar um profissional com emprego vitalício em uma só organização.

O antigo senso de segurança e lealdade fornecido por uma única empresa, foi substituído pela rede de contatos desenvolvida com a prática de networking. A informação que pode ser obtida através da rede, possui grande valor para a carreira do profissional.

3. As pessoas firmam parcerias com quem conhecem e confiam

imagem pessoas se cumprimentando

Um dos maiores valores da prática do networking é o fato de que as pessoas preferem firmar parcerias com pessoas conhecidas. Além do conhecimento técnico, a confiança continua a ser um fator decisivo na escolha de um profissional.

O pedido de indicação por partes dos colegas e parceiros também é comum no mundo dos negócios. Assim, o seu nome pode acabar sendo indicado para a empresa do colega de um colega, que você nunca ouviu falar.

4. Uma trajetória motivada pelas relações é positiva

Durante uma entrevista de emprego, tenha a certeza de que um bom recrutador estará atento para a sua narrativa. Informar que a sua trajetória profissional foi motivada por indicações da sua rede de contatos, é extremamente positivo.

Isso demonstra que a sua competência profissional é reconhecida pela sua rede de contatos. Afinal de contas, ninguém indica um profissional incompetente, por mais amigo que este possa ser.

5. As crises econômicas podem surgir e desaparecer, a rede de contatos de confiança permanece

Quem vive no Brasil está mais do que acostumado com as constantes crises econômicas que assolam o país. Uma das melhores maneiras de anular os efeitos negativos destas fases, é através da sua rede de contatos.

Se você possui com uma rede de contatos bem desenvolvida, não será difícil acionar as pessoas para informar que está a procura de uma nova oportunidade. As chances de algum trabalho surgir a partir da sua network, são maiores do que pelas vias tradicionais.

6. O mundo do trabalho passa por transformações constantes

Aquele colega de trabalho que ocupava um cargo operacional há 3 anos, pode agora estar sentado na cadeira de diretor de alguma empresa. Nunca subestime o potencial de evolução da carreira de ninguém.

Atualmente as mudanças ocorrem em uma velocidade maior do que no passado. Não é possível desprezar vínculos estabelecidos no passado em função da pequena influência que o cargo oferecia.

7. Mantenha a sua rede de contatos em construção, antes que você precise dela

imagem networking

A pior coisa que pode acontecer com um profissional em apuros, é tentar desenvolver uma rede de contatos de forma emergencial. Telefonar para todos em desespero para marcar um almoço pode soar oportunista e acabar por dar um resultado negativo.

Construa desde já o hábito de cultivar as relações com as pessoas da sua área de atuação. Lembre-se de que é necessário regar a árvore todos os dias, para que você possa colher frutos quando precisar.

Veja também:

Elisângela Dias
Elisângela Dias
Graduada em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá em 2004. Pós graduada em Gestão de Projetos pela Universidade Cândido Mendes em 2007.